Cascais (Cabo da Roca e Azenhas do Mar)

Depois de Sintra, Cascais é a segunda parada obrigatória para quem está em Lisboa. Além de linda, a cidade fica super perto, cerca de 30 minutos de Lisboa, uma coisa assim meio Guarujá e São Paulo.

E as semelhanças não param por ai. Logo, pense bem se compensa ir até lá se você tiver pouco tempo. O centrinho da cidade é todo bonitinho, cheio de restaurantes e lojinhas chiques e dá para pegar uma praia, sair para jantar, fazer compras. Tem até uma filial do Fogo de Chão! Confesso que não resisti e comi lá, mas era meio assim assado na verdade.

(Está procurando também onde é melhor se hospedar em Lisboa? Dá uma olhadinha aqui: Lisboa – Transporte e Hospedagem)

Portugal Cascais Ruas

Rua de Cascais

A cidade é bem bonita, toda cuidada, cheia de casas de praia bem pintadinhas. E também é residência de muita gente mais afortunada, razão pela qual se usa a expressão “pipi de Cascais” para identificar aqueles que, bem, tem a vida mansa.

Como chegar e o que fazer em Cascais

Para chegar lá é só pegar o trem na estação Cais de Sodré, no centro de Lisboa. Sai toda hora, demora uns 30 min e te deixa no centro de Cascais. Outra opção é alugar um carrinho, e escolher a estrada. Se for pela Nacional 6 (EN6) já vai passando por Estoril, onde fica o Cassino e vai acompanhando a costa. Senão, vá pela A5, toda arrumada.

Ao contrário de Sintra, acho que para Cascais vale muito a pena ir de carro porque não são tantas atrações, uma delas está distante e ainda dá para conhecer outros lugares próximos. Mas eu não fui de carro e foi muito tranquilo conhecer tudo.

Portugal Cascais

Cascais inglesa

Chegando em Cascais vale a pena dar umas voltas pelo centrinho e prainhas para apreciar o estilo da cidade, comprar algum badulaque, comer. O Largo Luis de Camões tem vários bares e restaurantes e é o ponto de concentração à noite. Já a Rua Direita é uma rua simpática e cheia de lojinhas.

Por ali há alguns museus também, como o do mar, que estava fechado quando estive lá (uma segunda) e a Casa de Histórias, com seu prédio super peculiar e bonito com 2 chaminés inspiradas lá nas de Sintra e que ficam em frente à um bonito parque urbano. Tudo caminhando, tranquilo.

Portugal Cascais Casa das Histórias Inpiração Sintra

Casa das Histórias

Um dos pontos mais conhecidos de Cascais é a Boca do Inferno, uma espécie de passagem esculpida em pedra pelo mar, bem bonito mesmo. Não fica assim, beeeem perto do centro, mas a orla tem um delicioso calçadão e a caminhada é agradável, passando pela Marina, Citadela e Farol de Santa Marta.

Portugal Cascais Boca do Inferno

Boca do Inferno

 

Portugal Cascais Marina

Orla de Cascais

Tenho que fazer uma observação. Já estávamos com fome nessa caminhada e minha amiga Rosana estava numa dieta e quis comer num restaurante que oferecia, por ótimo preço, uma espécie de rodízio de peixe, servindo seis porções de diferentes espécies. Fiquei ressabiada, mas fui, embora tenha optado por um outro prato do dia. Que delícia. O “rodízio” estava perfeito e meu prato, um dos melhores que comi em Portugal!

O lugar é o Baluarte, na Rua Carlos I, nº6 e além da boa comida, tinha uma vista super relaxante!

Portugal Cascais Restaurante Baluarte

Vista do restaurante Baluarte! Parece uma Pintura!

Na sequência, há mais praias, o Cabo Raso e, depois, a ma-ra-vi-lho-sa Praia do Guincho.

Fomos por insistência porque a praia era afastada, não estávamos de carro, estava muito frio e, enfim, era só uma praia, mas fiquei muito surpresa. A praia é imensa, super bonita e bem cuidada e, o que para mim é muito importante, mantém uma certa distância do bairro que a circunda, parecendo assim mais natural.

E não é só! É ótima para a prática de surf, windsurf e kite surf e tinha muita gente curtindo ali. Se você é dessa turma saiba que de frente para a praia, com uma vista sensacional fica o Muchaxo, uma espécie de hostel super arrumado e com bom preço (Diárias em torno de R$ 200), aconselho.

Para ficar como um rei de frente para este paraíso da Praia do Guincho a opção é o Hotel Fortaleza do Guinchoinstalado numa antiga fortaleza do século XVII, um prédio interessantíssimo -, com (diárias em torno de R$ 600,00).

Portugal Cascais Praia do Guincho kitesurf

Linda, linda, linda Praia do Guincho

Portugal Cascais Praia do Guincho Surf

Fim de tarde na Praia do Guincho

Por fim, o sol morre no mar, bem de frente para quem está feliz ali na praia ou curtindo as escarpas do canto da praia e é, disparado, um dos meus lugares preferidos do mundo para o fim de tarde.

Os ônibus 405 e 415 vão do centro à Praia do Guincho e são circulares, ou seja, você pega e desce no mesmo lugar e não no sentido contrário, de onde não vem ônibus nenhum. Vá até o terminal em frente ao shopping e pergunte onde comprar as passagens, é meio complexo e você deve ir até uma banca meio escondida, mas compensa, pois assim ida e volta custa menos de 4 euros.

Portugal Cascais Praia do Guincho Dunas

Praia do Guincho

Portugal Cascais Praia do Guincho

Pôr-do-sol na Praia do Guincho! Amo!

Onde se hospedar em Cascais

Nós dormimos em Cascais porque chegamos lá no fim do dia, mas acho que vale a pena se você quiser curtir um pouco mais a cidade e, especialmente, se quiser curtir a Praia do Guincho com tudo que ela tem a oferecer.

Algumas opções bacanas pelo Centro de Cascais são: Grande Real Villa Italia e o The Albatroz (ambos com diárias de cerca de R$ 450,00) com vista para o mar e ótima localização. Se você quer um lugar bonito e romântico e estiver disposto a enfrentar uma distância um pouco maior, o The Charm of Cascais, o Pergola Guest House e o Dolce Cascais Home são boas opções (Diárias em torno de R$ 250,00) são boa pedida sem acabar totalmente com seu orçamento. Já se o que importa é economizar, pertinho da estação fica o Little Central Hostel, que me pareceu bom.

Cabo da Roca

Se sobrar tempo, dê um pulo no Cabo da Roca, o ponto mais ocidental da Europa. Fica a 15 minutinhos de carro. É uma ponta de praia, com um belo farol, lindo, além de simbólico. Segundo Camões, é o lugar “onde a terra acaba e o mar começa.” E quase que eu fui parar no meio do oceano, de tanto que ventava quando estive lá! É uma parada lindinha, mas rápida, que pode ser feita pelo caminho.

Portugal Cabo da Roca

Cabo da Roca

Portugal Cabo da Roca

Cabo da Roca

Azenhas do Mar

Mais adiante um pouquinho, fica Azenhas do Mar. É mais ou menos uma vila pendurada num penhasco à beira mar, super bonita, toda branquinha, um lugar maravilhoso para o pôr-do-sol, namorar um pouquinho, descansar do longo dia e, quem sabe, chegar a Sintra para outro dia? Fica a apenas 10 km e a passagem pode ser rápida.

Portugal Azenhas do mar

Azenhas do Mar – Uma vila num penhasco

Portugal Azenhas do Mar

Casa de Azenhas do Mar

Shares 25

Você pode gostar...

3 Resultados

  1. Bruna Barbosa disse:

    Oi Julia, que bom que você gostou! Volte sempre aqui e aproveite as outras dicas de Portugal, um dos meus lugares favoritos no mundo!!!!!!
    Eu fui para Azenhas e Cabo da Roca de carro. Aluguei pela internet com um pouco de antecedência e foi muito barato. Deixaram na porta do hotel e buscaram no hotel no fim do dia. Fui à Sintra, Azenhas do mar e Cabo da Roca.
    Sei que é possível ir de ônibus partindo de Sintra (lá do centrinho, é bem fácil de encontrar). É barato e rápido.
    Só uma observação: Sintra é tão legal que pode ficar apertado visitar todos esses lugares no mesmo dia de ônibus, mas sem dúvida sempre vale a pena!
    Uma ótima viagem! Curta muito e passa aqui depois para contar como foi!
    Um beijo! Bruna

  2. Julia Albuquerque disse:

    Bruna eu amei seu relato!
    Estou indo para Portugal em 2 semanas e gostaria muito de ir para essas praias!
    Eu poderia te perguntar se na época que você foi, como você chegou na boca de roca e na azenhas de mar?
    Muito obrigada!

  1. fevereiro 21, 2016

    […] Poesia nas pedras (foto: Expressinha) […]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: