Vietnã – Dicas Úteis com Arte!

Eu e a Amanda estudamos juntas. Ela, muito esperta, mudou de vida, abriu uma agência de viagens e foi ser feliz! Graças a Deus, porque ela é minha agente favorita no mundo todo, me aguenta sem reclamar pedindo cotação para tudo quanto é lugar, depois mudo tudo e pergunto mil outras coisas, e o melhor: nunca sequer precisei ir até a agência, fazemos tudo por e-mail, rapidíssimo, super seguro, como se deve em tempos modernos.

E não é propaganda! Contei tudo isso para que você saiba que ela bate muita perna mundo afora, sabe do que está falando, adorou o Vietnã e nos passou esse tim tim por tim tim apenas na camaradagem. Em outras palavras, as dicas são quentes!

(Mas se você quiser saber mesmo é da agência, de seguros, passagens, hotéis, ingressos para festivais e qualquer outra coisa que precise, fica o link para a Gamboa Viagens: www.gamboaviagens.com.br e o e-mail a jato dela: amanda@gamboaviagens.com.br).

Completando esse roteiro óóótemo estão os desenhos da Marina, companheira de aventuras da Amanda, que mais esperta ainda do que nós duas juntas,  vive embelezando o mundo! (veja mais no site dela: www.marinatranquilin.com, tem tanta coisa legal!)

Os desenhos, na verdade, foram o ponto de partida desse post porque, sabe como é, adoro uma arte bacana, ainda mais quando fica claro por meio dela que uma viagem foi tão especial! E convenhamos, nada melhor para instigar sua imaginação diante desse relato tão completinho e não estragar as surpresas da sua viagem!

As meninas ficaram cerca de 20 dias por lá. O resto é com elas:

 ∴

VIETNÃ – POR AMANDA CAMPAGNONE E MARINA TRANQUILIN

Há muito tempo que tenho vontade de viajar ao Sudeste Asiático, mas quando pensava nisso, era sempre a Tailândia que me vinha como primeira opção de destino.

Até que um belo dia, vendi para uma amiga uma viagem para o Vietnã. Durante a pesquisa da viagem dela e depois conforme as fotos que ela foi postando no facebook, fiquei doida!! Tinha que conhecer este país tão preservado culturalmente e com tantas atrações de diferentes tipos. Praias, rios, selvas, grandes cidades, cidadezinhas fofas, templos, pagodas, tudo isso junto com um povo amável e muito receptivo, fazem do Vietnã um destino imperdível para quem gosta de aventura e de conhecer novas culturas.

Vou colocar aqui algumas dicas da minha viagem. Ela foi feita fora de temporada (em 2014), então, se você for em alta, talvez nem tudo que está aqui refletirá o que acontecerá na sua viagem, já  que o país tem estrutura bem reduzida para uma grande quantidade de pessoas fazendo turismo ao mesmo tempo.

 Vistos, seguro e vacinas:

Segue o link por onde eu tirei meu visto pro Vietnã: www.vietnamvisapro.com ou www.vietnamvisapro.net. Você paga e eles te mandam uma carta convite. É só levar a carta, pagar a taxa local e entrar…sem grandes complicações. Tirar o visto através da embaixada no Brasil é mais caro e, acredite se quiser, como é uma coisa rara (todo mundo vai com a carta convite), já ouvi relatos de que eles se atrapalham com este visto e dificultam a sua entrada.

É necessário também o passaporte com validade mínima de 6 meses e certificado internacional de vacinação de febre amarela que precisa ser tomada pelo menos 10 dias antes do embarque.

Com relação ao seguro, recomendo fortemente que você faça um bom seguro de assistência à viagem, já  que o país nem hospital tem direito. Se a coisa é grave, tem que voar para a Tailandia e receber atendimento em Bangcoc.

Meu roteiro foi o abaixo. Acho que além dele, vale a pena visitar a região de Sapa, Hue e algumas praias, se a viagem for no verão.

Vietnam

 Dicas Gerais:

Como o país é comprido, e tem variação muito grande de clima entre as regiões norte, sul e central, veja direitinho como está o clima nas datas que você pretende fazer a viagem para adaptar o seu roteiro. Quando eu fui, por exemplo (em março), estava calor e seco no Sul e frio e chovendo no Norte do país.

Tudo é muuuuito barato. A passagem é cara (por volta de USD 2000,00 com taxas), mas o que você vai gastar lá é inacreditável de barato. Se você não for do tipo que precisa de muito luxo, consegue gastar entre USD 15,00 e USD 30,00 em um bom hotel com café da manhã. Nas refeições, a gente gastava entre USD 5,00 e USD 15,00 para comer em bons restaurantes, com bebida.

Aliás, a cerveja é bem barata. Teve lugares em que pagamos cinquenta centavos de real por uma canecona!

Comam as frutas e legumes locais. São maravilhosos e tudo é orgânico. O café vietnamita é muito gostoso e o com leite condensado (quente ou gelado) vale muito a pena. Nós não gostamos de um tempero muito típico da comida, então se vocês sentirem algo de diferente e não gostarem, é o lemongrass e o thai basil (tem gente que ama e tem gente que odeia).

Não façam cara de nojo, mas a cerveja por lá não vem gelada….e, todo mundo coloca gelo!!! Sim, nós aderimos à moda porque cerveja quente ninguém merece!

Peçam sempre o taxímetro nos táxis, pois sai sempre muito mais barato do que o preço fechado. USD 1,00= 21 dongs quando eu fui. Trocar dinheiro na rua ou no aeroporto dava na mesma, mas é sempre bom pagar em dongs pra não perder na conversão.

 Todos os lugares que ficamos foram simples, mas gostamos da localização e da limpeza dos hotéis, então recomendo. Mas não esperem luxo nenhum.

Vietnam

 – Saigon (Ho CHi Minh):

Hospedagem: Ruby River Hotel: USD 35,00, o casal, com café da manhã. Se vocês acharem hotéis perto do Hyatt, entre a Opera e o começo do Rio Le Tan Ton, o bairro é mais legal e tem mais opções à noite, é mais moderninho.

Taxi do aeroporto: USD 10,00.

Aqui acho que 1 ou 2 dias é suficiente. Eu fiquei mais, mas não é necessário. Dá pra fazer tudo a pé e a parte turística da cidade é bem pequena. Tem uma parte histórica da cidade pra ver, com um teatro/ópera, o correio, alguns hotéis antigos, o palácio da reunificação e, além disso, um mercado legal pra ir à noite e comer nas barraquinhas (Bem Than Market).

Moc Huong Spa: fiz a melhor massagem da minha vida, por USD 15,00, uma hora (swedish massage). E o bairro onde fica o Spa é bem gostosinho (perto da parte histórica também).

 Rex Hotel: pra subir no terraço e ver a vista. Achamos chato, nada demais e caríssimo. Bem pega turista.

 The Sushi Bar: pra quem gosta de sushi, muito bom e barato. Tem vários diferentes dos daqui do Brasil.

 Restaurante Hoa Tuc: contemporâneo, em uma vilinha bem bonita, com boa comida. Tem aulas de culinária (não fiz). Ao lado tem o restaurante Beirut, mais caro, mas parece legal e vira baladinha à noite (não fui).

 Baladinhas: Cargo Club (tem que ver a programação, mas acho que é a mais legal de todas por lá). O’Briens (pub que pareceu bem legal- não fui).

 Zoologico: eu fui porque tinha tempo. Se vocês tiverem também, é bem legal ir.

Vietnam

 – Delta do Rio Mekong: fizemos o passeio com a Kim Travel. Custou USD 50,00, com 2 dias e 1 noite e eles nos buscaram no hotel em Saigon e nos devolveram lá. O tour é imperdível e muito interessante. Mas, vejam se esta é a melhor opção na temprada, pois li no tripadvisor que na temporada a coisa fica mais complicada e a Kim Travel não é tão boa. Pra gente foi ótimo. Optamos por ficar em casa de família na noite que passamos no passeio. Tinha opção de ficar em hotel (era mais barato até), mas quisemos a experiência da casa de família e foi muito muito legal. Na verdade é uma coisa estruturada, como uma pousada familiar, onde várias pessoas ficam e a família faz um jantar pra você. Foi inesquecível, mas não vou contar os detalhes, pra deixar vocês descobrirem por lá. Eu recomendo. Ah, o almoço incluso no passeio é horroroso!!! Se conseguirem levar algo pra comer, ou se encherem de comida nas degustações durante o passeio, é melhor…rsrs…

 – Hoi An: aqui eu ficaria, sem dúvida, pelo menos 3 dias inteiros e não deixaria de ficar no Camellia Homestay (USD 36,00, com café e bicicletas inclusas, além do atendimento mais que especial da família que é dona da pousada).

A pousada não é no centro, fica entre a praia e o centro, mas de bicicleta dá 10 minutos de um e do outro é foi incrível ter ficado lá!! Recomendo de olhos fechados, a não ser que vocês não possam/saibam andar de bicicleta, porque é assim que vocês terão que se locomover.

Tranfer do aeroporto de Danang para a pousada (1 hora de viagem): USD 17,00 por trecho. A pousada mesmo oferece.

 A cidade é a coisa mais fofa do mundo, tanto de dia, como à noite. É um lugar mágico, que a gente não queria ir embora nunca mais :) Se forem comprar lanternas, o lugar é aqui. E é aqui também que os alfaiates fazem roupas e sapatos de um dia para o outro (deixe 2 dias para os ajustes). Fizemos roupas e sapatos e amamos. Roupa: An Ni (Rua Nguyen Duy Hieu, 297). Sapato: 69 (Nguyen Thai Hoc, 69). Pagamos USD 30,00 em botas de couro e USD 30,00 em casacos chiquérrimos feitos sob medida.

 Por USD 5,00, você compra um passe para ver as atrações históricas da cidade. A gente comprou e valeu a pena. Os templos e pagodas são lindos.

 Tem um lamen típico de Hoi An que só é feito lá por uma família há séculos. Chama Cao Lao. Eu adorei. A Marina já nem tanto.

Vietnam

DICA SUPER TOP: NÃO DEIXE DE FAZER: Green Bamboo: aula de culinária. USD 35,00. Melhor experiência gastronômica da viagem. Mesmo que vocês não cozinhem, não pode deixar de fazer, pois durante a aula vocês vão comer em torno de 15 pratos típicos e a Van, professora (a aula é na casa dela) é muito legal e ensina muitas coisas. Além disso, antes da aula, vocês vão à feira da cidade comprar os ingredientes e esta parte também é muito interessante. Parece pega turista, mas eu juro que não é e tenho certeza que vocês vão amar. Além disso, a casa fica perto da praia e depois da aula nós fomos pra lá de bicicleta aproveitar o fim de tarde. Tirem 1 dia inteiro pra esta atividade.

My Son: templos antigos, muito interessante. Nós alugamos uma moto pra ir até lá por USD 6,00. Mas, sinceramente, fomos loucas….foi incrível e muito divertido, mas é perigoso e não tem sinalização então fica bem difícil de chegar. O pessoal da pousada falou que por USD 40,00 nos levaria, então, de repente é o caso de negociar com eles. Todo mundo fala que pra quem vai pro Camboja, não vale a pena ir até lá. Mas, como a gente não foi, acho que vale a pena sim.

Green Mango: melhor restaurante de todos. Comida maravilhosa e baratinho. Comemos fetuccine de cogumelos e estava divino.

Orivy: este também é imperdível. Jantar maravilhoso e tão barato que dá até pena!!

Fullmoon: bom, mas mais caro que o normal e estava bem vazio.

Tam Tam: horrível, não recomendo.

Morning Glory: famoso, mas achamos ok, nada demais.

Mango rooms: extremamente caro, não recomendo.

esquina do bar - Hanoi

– Hanoi: 1 dia inteiro é suficiente, e vocês vão precisar de parte de um dia pra ir pra Halong Bay e parte de outro pra voltar de lá, pois a saída é de Hanoi.

A cidade é bonita e bem mais organizada que Saigon. Conhecida como centro cultural do país. Grande influência francesa na arquitetura e boa pra comprar roupas da moda, mochilas, souvenirs, etc. O Bairro Antigo vale a pena.

No bairro francês há muitos cafés e restaurantes fofos também.

Aqui nosso hotel não era tão bom, então não vou indicar (Hanoi Royal Palace Hotel). Outras opções de hospedagem, aqui. Transfer do aeroporto para o centro: USD 15,00.

Green Tangerine: restaurante mais famoso da cidade. Caro para os padrões vietnamitas (bem caro). Talvez valha a visita e a gente não deu sorte, mas a nossa comida não estava boa e achamos muito caro.

Essence Café (hotel Essence): este sim é imperdível e vale a pena fazer a reserva. 5 estrelas e barato. Não percam.

Café Giang: este também é muito interessante. É só pra tomar um café, mas vale a pena. Peçam o Café Trung, que é o famoso do local. Lugar muito pitoresco!!

Pepper: bom pra happy hour. Sentar na calçada e tomar cerveja (com gelo…rsrs) e comer amendoim, vendo a bagunça da cidade.

Teatro de Marionetes: USD 3,00. Ah, nem sei o que dizer…mostra a simplicidade e a ingenuidade da cultura deles. Eu gostei! Não esperem uma apresentação holywoodiana.

 DC Bistro Boutique: comida francesa, gostoso e barato. Romantiquinho!

Vietnam

Halong Bay: nós amamos e optamos por um navio meio termo, nem o mais fuleiro, nem o mais chique.

Fomos de Glory Cruise, 2 noites e custou USD 400,00 para duas pessoas, com todas as refeições inclusas, transfer ida e volta de Hanoi (4 horas de viagem) e todas as atividades e ingressos dos passeios locais. As comidas eram maravilhosas e o roteiro muito bem feito, com atividades muito legais o tempo todo. O barco é pequeno e o pessoal da staff muito atencioso.

Ufa, acho que é isso. De Hanoi voamos pra Tailândia, meu tão sonhado destino…também foi incrível, mas, culturalmente falando, não tem comparação! Mas essa parte fica pra uma próxima né?

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. Maio 25, 2015

    […] isso em mente e por sugestão da Amanda (da Gamboa Viagens e do post do Vietnan, lembra?), embarquei para Taipu de Fora rumo à Pousada Encanto da […]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: