Ubud – Onde ficar e o básico para aproveitar a cidade

Pesquisando para montar o roteiro que faríamos em Bali, só encontrei sugestões para dedicar o maior tempo em Ubud para aproveitar bem a atmosfera da cidade.

Calculei que 5 noites e dias inteiros seriam suficientes para o que gostaríamos de fazer. Hoje sugiro que se você puder, fique pelo menos 1 semana. Mais até, se quiser aproveitar tudo de zen que essa cidade traz em si (já contei um pouco sobre o Yoga Barn e o Botanica Spa aqui).

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

Pelas ruas de Ubud…

Indonesia Bali Ubud

Pelas ruas de Ubud…

E ai você me pergunta, mas o que tanto você quer que eu faça nessa cidade? E eu te digo que essa são as suas opções:

* Visitar a Floresta dos Macacos;

* Visitar pelo menos 1 terraço de arrozal;

* Visitar pelo menos 1 templo fora da cidade (sugiro o Sprignwater Temple ou o Gunung Kawi);

* Assistir pelo menos 1 espetáculo de dança;

* Fazer pelo menos uma massagem (de preferência no Bali Botanica Spa);

* Fazer pelo menos uma aula de yoga (de preferência no Yoga Barn);

* Passar uma tarde no mercado de artesanato;

* Gastar pelo menos um dia batendo perna e entrando em todas as lojinhas da cidade;

* Gastar pelo menos uma tarde num café bem natureba comendo delícias que você nunca ouviu falar (de preferência no Kafe);

* Talvez fazer um passeio com elefantes;

* Talvez fazer um curso de culinária (de preferência no Paon Bali Cooking Class).

Não se engane, tudo isso leva tempo e você vai querer repetir algumas dessas coisas, pode ter certeza!

Bom, vou contar como (quase) tudo isso coube nos nossos 5 dias.

Indonesia Bali Ubud

Pelas ruas de Ubud…

Indonesia Bali Ubud

Senta para tomar um cafezinho que é assim…

Começamos escolhendo o Hotel Tjampuhan Spa porque tinha boas recomendações em alguns blogs e era bem no estilo balinês, rodeado por uma linda floresta, mas principalmente pela localização, perto o suficiente do centrinho para ir a pé, mas sem estar no meio de tudo.

O hotel é mesmo uma graça, disposto como se você estivesse em um arrozal, com quartos enormes, super confortáveis, com varanda de frente para a mata e para uma pequena corredeira que faz aquele barulhinho gostoso durante a noite. Tem uma piscina de água natural geladérrima e outra sobre uma pedra, cheia de esculturas engraçadíssimas de macacos. Todos os dias os funcionários fazem as oferendas nos templos dentro do hotel e seguem limpando e enchendo os lugares de flores. Achei de uma delicadeza maravilhosa.

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

O estilo do jardim do Tjampuhan!

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

Olha que quarto mais lindo!

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

Todos os dias as esculturas, as mesas, os quartos eram enfeitados por flores. Amo!

Do hotel fazíamos uma caminhada rápida até o Mercado de Artesanatos: mais ou menos 10 minutos de prazer. Era tranquilo a qualquer horário do dia ou da noite.

Nem tudo era perfeito. A internet ainda é meio precária, não pega direito nos quartos, é cheia de senhas, enfim, chatices dispensáveis. O café da manhã era aquela loucura asiática: tinha um pouco de tudo e as mesas eram muito disputadas. Até daria para levar numa boa, mas o café pretinho era realmente horrível. Depois de comer atravessávamos a rua e íamos para a cafeteria em frente. Cansativo. Por fim, o spa. Deixou muito a desejar. Era bastante caro e além de já estar meio velhinho, as massagens e tratamentos que fizemos lá não foram tão bons quanto os que fizemos em outros lugares. Só vale porque cada sala de massagem fica de frente para a mata e para a corredeira.

Acho que gastando muito menos dá para se hospedar com praticamente a mesma qualidade ou, gastando bem menos dá para fazer massagens bem melhores fora do hotel. ;)

De qualquer forma, Ubud tem hotéis para todos os gostos e bolsos. Meu amigo Alê ficou no Indira Cottages e gostou. Já os super bam bam bans ficam afastados e você vai precisar de ânimo e disposição para andar de táxi…

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

Uma das piscinas.

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

A entrada do Spa! Lindo de morrer.

Indonesia Bali Ubud Tjampuhan Hotel

Uma das salinhas de massagem do spa à beira da mata.

Chegamos em Ubud vindos de Nusa Lembongan mais ou menos na hora do almoço. Nessa primeira tarde pegamos umas piscinas e depois aproveitamos para rodar a cidade. São tantas lojinhas com tanta coisa que amo que sem perceber já era noite. Não compramos nada, foi um dia assim meio pesquisa de preços. Burrice total! Na sua visita compre logo tudo o que quiser assim que vir. Depois foi jantar e cama!

Para o dia seguinte programamos visitar a Floresta dos Macacos e uns prédios da cidade. Conto no próximo post.

Mais sobre a Indonésia em:

Bali – Centro e Sul da Ilha – Praias, Compras e Templos

Bali – Uluwatu/Balangan – La Joya Biu Biu

Ubud – Onde comer e comprar bem

Ao redor de Ubud – Parte I

Ao redor de Ubud – Parte II

Ubud – Celebrações Religiossas – Gulungan e Kuningan

Ubud zen – Yoga e Meditação

Nusa Lembongan

Gili Trawangan – Um pedaço do Paraíso

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. janeiro 13, 2016

    […] Ubud – Onde ficar e o básico para conhecer a cidade […]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: