Onde Comer e Beber em Cusco

Restaurantes em Cusco

Mesmo que você não seja uma pessoa muito ligada em gastronomia, aproveite que o Peru tem uma culinária riquíssima e divina para comer muito e bem.

Há muitas opções em Cusco, em todas as faixas de preço. Os lugares mais caros ficavam em torno de 50 soles (praticamente 50 reais) por pessoa. Claro, dependendo das bebidas poderia custar mais. Já os lugares mais baratos ficavam em torno de 12  soles e eram muito bons também.

Os meus 3 restaurantes preferidos foram, nessa ordem:

Peru Cusco Gustito de Loli

Lomo com molho de ayrampo, cogumelos e risoto do Gustito de Loli!

1) Gustitos de Loli – Recoleta Angosta, 613

O lugar é bem simples e escondido, mas a comida é surpreendetemente divina e o atendimento é muito atencioso. As pastas são caseiras (!!!), os molhos são saborosíssimos e complexos, as carnes são feitas com perfeição e servidas com molhos novamente complexos e deliciosos e, para completar, as cervejas estavam geladas! Tudo isso por um preço mais do que justo!!!

2) Café Morena –  Calle Plateros, 348-B

Daqueles que ficam entre os preferidos no tripadvisor e eu sempre desconfio, mas nesse caso vale a pena. O lugar é lindo, super moderno, o atendimento é excelente e a comida estava simplesmente maravilhosa. É um ótimo lugar para provar uma boa carne de porco, um pisco sour lindo e fresco e outras localidades com toque moderno. Mas não deixe em nenhum caso de pedir as batatas fritas! Sério!

Peru Cusco Cafe Morena Lomo Saltado

Lomo Saltado do Café Morena.

3) La Bodega 138 – Herrajes, 138

Fomos lá por causa da variedade de cervejas especiais e artesanais e a princípio fiquei frustrada porque o carro chefe da casa são pizzas e calzones, mas ao contrário dos outros restaurantes que fazem aquela pizza de frigideira para quem é fresquinho para comer, aqui elas são feitas com carinho e valem a pena. As massas também! E o ambiente é super agradável, dá para passar a noite entre bons copos.

Se for até lá,  não deixe de experimentar as cervejas da Cervecería del Valle Sagrado, totalmente local e com ingredientes regionais que você não vai encontrar em nenhum outro lugar. (Já contei sobre a visita à Cervecería aqui.)

Esses 3 restaurantes não são do modo mais econômico, mas também não tinham nenhum preço exorbitante, principalmente para quem mora em São Paulo. Se preferir, escolha um deles para uma refeição especial e mantenha o orçamento nos locais mais baratos.

Na linha dos mais caros ainda estão o Cicciolina (Calle Triunfo, 393) e o Marcelo Batata (Calle Palacio, 121), que até visitamos, mas não nos conquistaram e optamos por não jantar. De qualquer forma, são super mega recomendados.

Além desses, nós comemos nos seguinte:

4) Trattoria Adriano – Mantas, 117

Só serve pizzas fininhas que quebram um galho e massas, ou seja não é muito peruano. Não foi nada excepcional e visitamos porque era bem próximo do nosso hotel e estava sempre aberto, o que em alguns horários é um milagre. Mas o preço é bem justo e as pessoas pareciam gostar muito, pois estava sempre lotado.

Peru Cusco Gustito de Loli

Massa Artesanal do Gustito de Loli

5) Paddy’s Irish Pub – Plaza de Armas, 124

Na verdade é um Pub, um lugar para tomar uns bons drinks, mas optamos por ficar por ali comendo porções e ouvindo um rock, do que sentar para jantar formalmente. Estava tudo bem gostoso e foi muito bem servido (tem até café da manhã, achei meio doido). Foi barato e ainda serve ótimas cervejas especiais, inclusive a local Del Valle Sagrado.

6) Café Ayllu – Calle Almagro, 133

Comidas rápidas e saborosas, com preço bacana. Mas estava sempre muito cheio e um pouco tumultuado.

7) La Valeriana – Av. El Sol, 576

Para quem não vive sem café e sem doces e não pode ver uma vitrine com cara de patisserie francesa. É um pouco cara, proporcionalmente às demais refeições, mas pode ser uma parada legal para uma saborosa sobremesa ou um descanso de frente para Qoricancha.

Expressinha Peru Cusco Café Morena

Café Morena moderninho e lindo!

Comidas e Bebidas Típicas

Pizzas, sanduíches e massas, como você pôde perceber, são fáceis de encontrar caso você seja mais sensível. Mas se estiver disposto a se aventurar nos sabores locais, será feliz.

Cusco não está tão próximo do mar, portanto, embora existam peixes (principalmente truta), ceviches e frutos do mar que fazem a fama do Peru, aqui os pratos mais típicos são outros.

Os ingrediente mais usados nas comidas são a batata e o milho (você sabia que existem mais de 1000 espécies de batata só no Peru? \O/). Você vai encontrar várias entradas com queijos e molhos de ají, uma espécie de pimenta peruana bem suave que dá um toque especial à qualquer prato.

Uma entrada que simplesmente amei se chama Papa à La Huancaína, que são batatas fatiadas servidas com um creme de ají amarillo e um toque de queijo. Comi como prato principal, divino. Outra entradinha é a maíz com queso andino, ou milho com queijo e cebola servidos frios.

Em praticamente todos os restaurantes você vai encontrar essas 3 opções de carne: Chicharrón, uma carne de porco cozida na própria gordura, servida com batatas doces e milho (eu nem curto muito porco, mas de fato é bem gostoso), Lomo Saltado, um bife frito em tirinhas e salteado com tomate, cebola e pimentão (hummm) e Ají de galinha, que é frango frito também em tirinhas com ají dando um toque picante. Em alguns lugares também servem carne de lhama. Achei gostosinha, um pouco mais adocicada que a carne de vaca, mas bem macia.

Peru Cusco Chicharrón

Chicharrón do Café Morena!

Fora isso, sempre dá para encontrar um “pollo com papas“, o famoso frango de televisão com batata frita. Prato das famílias peruanas que, vamos combinar, sempre salva na hora da fome e costuma ser barato.

Outras delícias locais: Humitas, um tipo de pamonha doce diferente, já que o milho utilizado não tem o mesmo sabor do nosso; Tamales, um tipo de pamonha salgada diferente… e a Saralawa, uma sopa de milho, ají e huacatay (uma erva).

Para finalizar, vou falar sobre o Cuy. É um tipo de porquinho que é assado e servido no prato como se fosse um mini leitão, inteiro. Simplesmente não dá para mim. A aparência do prato já me causa total desinteresse, mas quem comeu diz que é bom. No Cicciolina havia opções no cardápio com um Cuy “desconstruído”, ou seja, com a carne usada em outros pratos para quem quer experimentar, mas nem tanto.

Peru Cusco Pisco Sour Cafe Morena

Pisco Sour!

Nos mundo das bebidas, não dá para escapar de tomar chá de Coca e Pisco Sour. Tente beber o chá com as folhas imersas, não coado. Faz mais efeito e o sabor é melhor. A Inka Cola é um clássico beeeem doce, assim como a Chicha Morada, um suco de milho roxo que parece uma groselha e você precisa provar bem geladinho.

Chicha também é uma espécie de cerveja peruana feita do milho mastigado e cuspido de volta para fermentação (sim, a coisa pode ser doida!). Não provei, mas como disse, curtimos as cervejas locais – Cusqueña, mais industrial, mas ótima e a artesanal Del Valle Sagrado.

Bares e Night

Cusco é uma agitação só à noite! Além da cidade ser grande e, portanto, cheia de gente querendo se divertir, o mar de mochileiros e viajantes garantem o movimento 7 dias por semana (mais caidinho no domingo).

Nosso preferido, assim, disparado, foi o Cholos, na Calle Palacio, 110. Um bar de cervejeiros, todo bacana e com boa música que ainda fica num prédio com pátio interno onde você pode sentar sob as árvores e à beira da fogueira. Tem como ficar mal? Nop. (No mesmo pátio fica a pizzaria Justina, que dizem ser boa e barata também).

Peru Cusco Cholos

Quem não ama um bar que te recebe assim? Cholos!

O Paddy’s Irish Pub, que falei acima, é um bar sem erro e sempre cheio, já que fica bem na Plaza de Armas, impossível não encontrá-lo.

Já o La Bodega 138 é mais restaurante, mas tem uma carta de vinhos e cervejas excepcional e é uma opção para ficar de papo com os amigos.

Outras opções de bares que vimos muita gente recomendando: Te Piteado, The Cross Keys, Los Perros, Ukukus, Museo del Pisco.

Não tivemos nenhum pique depois de tudo o que fizemos durante o dia, mas quem ainda aguenta dançar pode seguir para: Mamma Africa, a mais famosa, Mithology, mais salsa e latinidades e o The Temple, de música eletrônica. Dizem que nenhum lugar cobra entrada e rola até de manhã.

A verdade é a seguinte: entre as ruas Plateros, Procuradores, Suecia, Tigre e Triunfo, fica aquele vuco-vuco da balada, sabe como é. E San Blas é sempre um charme. Opções não faltam.

Mais para você organizar sua viagem para o Peru:

Roteiro para o Peru

Começando por Cusco

À pé por Cusco

City Tour em Cusco

Tour pelo Vale Sagrado em Cusco

Onde Comer e Beber em Cusco

Machu Picchu: quanto custa viajar para lá?

Machu Picchu: Gratidão!

Machu Picchu em 2 dias: lá em cima

Machu Picchu em 2 dias: lá embaixo

Me Xamã que eu vou de novo

Um lago chamado Titicaca: 2 dias para Puno

Navegando no Titicaca: 2 dias em Puno

Um dia em Nazca: Investigando por terra e ar os mistérios do deserto

People from Peru

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: