Fim de Semana Lindo em Búzios

Sempre tive uma certa curiosidade para conhecer Búzios, mas confesso que na minha listinha de lugares para visitar ela não estava muito por cima. Achava que por ser muito famosa e perto demais do Rio, estaria sempre lotada e seria muito cara.

Resolvi testar num fim de semana do fim de julho, já fora de temporada, teoricamente frio e com uma esticada na segunda para ver se eu teria a cidade um pouco mais “só para mim”. E não é que foi uma boa escolha?

Búzios Brasil

As Praias Maravilhosas de Búzios

Onde se Hospedar em Búzios.

Para curtir as praias mais longe, optamos por alugar um carro já no aeroporto do Rio e já que estávamos de carro, resolvi fugir de todas as indicações que recebi para ficar ao redor da Rua das Pedras.

Nos hospedamos na Praia da Ferradura, na simpática Pousada Vila Pitanga.

Estava com um preço bacana e é bem agradável (diárias em torno de R$ 200,00), com uma pequena piscina, um café da manhã gostoso e um quarto confortável. Na mesma rua e nos arredores da Praia da Ferradura vimos outras pousadas igualmente interessantes como: Sarata (diárias em torno de R$ 150,00) e a que eu ficaria se voltasse, a Villa Baobá (diárias em torno de R$ 150,00). A Pedra da Laguna também é linda (diárias em torno de R4 500,00).

Búzios Brasil

Pôr-do-sol divino de Búzios.

Por fim, se você estiver disposto a gastar um pouco mais (diárias a partir de R$ 1.000,00) fique no Insólito Boutique Hotel & Spa que é divino e maravilhoso. Acho que vale muito a pena naquela ocasião especial!

Se você preferir se hospedar ali na movimentada Rua da Pedras ou nos arredores, algumas opções são: Chez Lagarto Hostel (diárias em torno de R$ 100,00), Praia e Conforto Anexo ou Mainá Pousada Ecológica (diárias em torno de R$ 250,00) e Auberge de La Augouste (diárias a partir de RS 350,00).

Como chegar em Búzios

É preciso ir de carro para Búzios?

Para ser bem sincera, o carro era dispensável para o básico por ali, pois tudo o que fizemos estava à poucos minutos de caminhada: 5min da pousada até uma parada do ônibus rodoviários (vindo do Rio ou de São Paulo), 5min até a praia da Ferradura, 10min até a Rua das Pedras. Fomos a pé inclusive até as praias Azeda, Azedinha, João Fernandes e João Fernandinho, mas ai a caminhada é mais longa, só para deixar avisado.

Só tiramos o carro da pousada para curtir o pôr-do-sol no Porto da Barra, mas claro que poderíamos ter ido à Ferradurinha (que não é do lado da Ferradura, não), à Geribá ou à Praia da Tartaruga, mas estava tudo tão fácil que preferimos curtir como mais amamos: à pé.

Búzios Brasil

Os famosos pescadores de Búzios

As praias de Búzios

Não é à toa que até meus amigos koreanos diziam que queriam conhecer o Brasil para ir à Bãcxios (demorei para descobrir o que eles estavam falando…). Não sei onde descobriram fotos de Búzios, mas nesse fim de semana tive que dar razão para eles: as praias são daquele verdinho que dá mesmo vontade de conhecer e o astral da cidade é ótimo!

Tudo bem que em julho a água estava trincando, mas o sol esquentava o corpitcho e até deu para dar um mergulho.

No sábado, quando chegamos, as praias estavam meio cheias, mas ainda estava tranquilo. No domingo estavam lotadas. Tipo verão. Tipo do jeito que não gosto. Mas tudo bem, aproveitamos o domingo para caminhar pelas praias, conhecendo mais do que relaxando.

Búzios Brasil

Chegando na Azeda!

Como disse, fomos caminhando da Ferradura para Praia da Armação, Praia dos Ossos e chegamos na Azeda e Azedinha e depois de um morrinho, em João Fernandes e João Fernandinho. Todas são lindas. São aquelas das fotos dos amigos koreanos…. Porém, achei impossível ficar em qualquer uma delas. Completamente lotadas, com disputa acirrada de cadeiras e guarda-sóis por metro quadrado.

Eu curti muito a Ferradura e se voltasse ficaria só lá. A praia é grande, larga e a água é calma. Tem quiosques, tem banana boat, tem até pedalinho, mas como tem espaço, dá para ficar de boa no seu cantinho. Acho que não deve ser tão fácil ficar no seu cantinho no verão, mas como eu adoro uma praia no inverno, estava ótimo.

É verdade que lá em Búzios tem muitos argentinos, vivendo e visitando. As praias do João parecem ser as preferidas deles. É porque meus amigos koreanos moram muito longe, senão eles tomavam o posto, pode ter certeza!

Nós não fomos à Geribá, mas passamos por lá e é daquelas praias bem grandonas, bem do estilo do Rio. E dizem que é lá que os cariocas gostam de ficar, sabe-se lá Deus porquê.

Búzios Brasil

Pôr-do-Sol no Porto da Barra.

Tem mais um monte de praia por lá, mas não vou me meter a sabe-tudo, já que meu tempo em Búzios foi bem curto.

Nos disseram para conhecer a Praia da Tartaruga, mas ai o fim de semana acabou. Parece que lá a água é mais quente e o pôr-do-sol é lindo, mas me apaixonei tanto pelo do Porto da Barra que não fui até lá.

Pôr-do-Sol no Porto da Barra

Esse porto, no Cais de Manguinhos, foi inteiramente remodelado e hoje tem vários restaurantes delicinha, bares, lojas e o pôr-do-sol mais lindo possível!

No sábado chegamos lá por volta das 16h30 e sentamos no Anexo Praia, já que cheio de sofás, almofadas e música boa rolando, o lugar atrai como um imã. Confesso que não achei a comida muito especial nem nada, mas foi um fim de tarde bem gostoso.

Quando o pôr-do-sol realmente começou, foi um daqueles shows que poucos lugares tem. Além do sol descer ali na frente, no mar, o dia estava com aquelas nuvens que deixam tudo em todos os tons de rosa. Drink numa mão, pastelzinho na outra e o corpinho escarrapachado nas almofadas de cara com aquele entardecer maravilhoso foram suficientes para me fazer cair de amor.

Búzios Brasil

Almoce no bar do Pescador e fique de olho nessa vista!

Búzios Brasil Porto da Barra

Aquele momento em que você morre de inveja do cara com uma fullframe….

Búzios Brasil Porto da Barra

Fim de dia perfeito no Porto da Barra

No domingo voltamos porque no sábado eu não tinha levado minha câmera melhor, já que fomos direto da praia. Eu quase chorei vendo os outros tirando fotos mara e eu tirando fotos ok com meu celular… O pôr-do-sol foi um pouco menos lindo, mas isso não estragou nada! Dessa vez sentamos no Atapus e o atendimento foi bem mais atencioso que o do Anexo, com comidinhas também melhores.

O amor foi tanto, mas tanto, que na segunda voltamos de novo! Só que dessa vez para almoçar porque são muitos restaurantes legais! Comemos no Bar dos Pescadores. O lugar é mais simples, mas a comida é fresquinha e muito caprichada e a cervejinha vem geladérrima! Sem falar que dali você tem a vista do píer, que também é maravilhosa!

Onde Comer

Como já falei acima, o Porto da Barra tem várias opções de Bares e Restaurantes. Além do Anexo Praia, Atapus e Bar dos Pescadores, ficam lá o Yamato (japonês), o Donna Jô (contemporâneo) e o Cais de Gaia (português).

Nos arredores da Rua das Pedras há várias opções, inclusive fast foods e uma creperia mais em conta, o Chez Michou, que deve ser ótimo, pois tinha filas em qualquer horário.

Fomos almoçar no domingo no indicadíssimo Restaurante do David (Manoel Turíbio, 260). Fica na Rua de trás da Rua das Pedras, perto da igrejinha. Estava lotado de gente se matando nos frutos do mar e camarões, que são as especialidades deles. É bem gostoso, mas não é barato.

Jantamos um dia no italiano Lorenzo’s. Foi gostoso e o preço foi justo. Outra opção de italiano é o Sollar que fica na antiga casa de JK, na orla.

Búzios Brasil

Pela Rua das Pedras e Arredores

Búzios Brasil

Comidinhas de rua também!

Há pizzarias (dispenso), o francês Cigallon (lindo, para ocasiões especiais) e também muitas opções argentinas.

Jantamos no sábado no Estância Don Juan. O lugar é lindo, o atendimento é rápido e tem carne para todos os gostos, mas nós não achamos particularmente especial.

Aqui no Aprendiz de Viajante e no Esse Mundo é Nosso tem outras opções para você aproveitar.

Se conhecer outros cantinhos mágicos em Búzios, conta aqui para quando voltarmos!!! =D

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: