Atacama – Tour Astronômico e a Nostalgia de la Luz

Eu já disse que o imenso nada do deserto do Atacama é assustador e nos faz sentir um minúsculo grão de areia sem importância. À noite essa sensação pode ser ainda maior, quando você pensa que poderá ser engolido por um buraco negro que está logo ali, à um esticar dos braços.

O deserto do Atacama é um dos melhores lugares do mundo para observar o espaço graças à secura e à altitude que, além de impedir a proliferação humana e suas ofuscantes luzes artificiais, também dificulta a formação de nuvens garantindo uma visibilidade estonteante.

É lá pertinho de San Pedro que está o projeto ALMA, um radiotelescópio gigantesco construído em parceria por diversos países (saiba mais) e que você não pode visitar ainda. Mas tudo bem, o que não falta por ali hoje e desde sempre são físicos, astrônomos e interessados em observação do céu ou, simples turistas xeretas como eu.

Mais do que te dizer como aproveitar a linda noite sob as estrelas, eu quero deixar uma dica para que você leve mais do que seus olhos para o deserto.

Nostalgia de La Luz

Assista ao documentário Nostalgia de La Luz, de 2010, dirigido por Patricio Guzmán. O filme foi apresentado a mim pela Ellen Doppenschitt, com quem tive a honra de fazer um curso sobre documentários com foco na América Latina e eu só posso agradecê-la por abrir mais essa janelinha na minha mente. Está em exibição no Espaço Itaú da Augusta somente até o dia 18/03, corre lá.

Do filme Nostalgia de La Luz

Do filme Nostalgia de La Luz

No filme, Patricio traça um paralelo lindo sobre o estudo das estrelas e a procura de respostas por sobreviventes da ditadura. Afinal, quando olhamos para as estrelas, não estamos vendo o passado? Todas as luzes das estrelas e do sol não foram já emitidas quando as enxergamos? E mesmo assim não continuamos fascinados e queremos ver cada vez mais, mesmo que nesse exato momento nem saibamos como o espaço realmente está?

Depois de ver esse  filme você vai perceber que naquele “nada” do deserto existe muita, mas muuuuuuuuuita coisa mesmo.

Mais do que isso, diante desse momento em que as opiniões estão carregadas de ódio, indignação ou simplesmente desgosto, é importante lembrarmos até onde a intolerância pode nos levar. Sei que temos nosso próprio exemplo, mas pode ser mais fácil enxergar o tamanho da loucura olhando por cima do muro para o vizinho.

Também traz um exemplo que considero vital para que possamos sobreviver ao nosso próprio período de tormenta: o que está dentro de nós não pode ser apagado. Nossas atitudes individuais e diárias fazem o mundo girar mais que qualquer ação governamental que certamente não precisamos esperar. Nossas convicções nos levam adiante, nossas perguntas, mesmo sem respostas, nos levam à lugares novos desde que o primeiro filósofo se perguntou como viemos parar aqui. Nenhum pingo de agressividade com as outras pessoas é necessário para você fazer a sua parte.

Enfim, com tudo isso na cabeça, aquele céu vai parecer ainda mais imenso e assustador, mas você estará mais forte para encará-lo, munido de conhecimento e consciência.

Tour Astronômico

Voltando ao assunto porque minha intenção não é escrever crítica do filme e muito menos política, você já deve ter ouvido falar na Space, a mais conhecida agência que faz observações astronômicas no Atacama.

Expressinha Atacama (78) Luab

Eles me pareceram realmente ótimos, com mais telescópios que provavelmente todas as outras agências juntas, mas não tivemos a menor chance com eles. Além do pessoal lotar tudo fazendo reserva com anos-luz de antecedência – coisa que não fizemos – eles tem um código rígido e só tem tour quando o clima está perfeito e a lua não está cheia ou praticamente cheia. Mesmo com toda a programação do universo seu passeio pode ser cancelado lá na hora como aconteceu durante toda a semana em que estivemos lá. Tem gente que reclama, eu considero essa atitude condizente com o comprometimento de quem quer fazer algo realmente legal. Custa 20.000 pesos por pessoa (em 2015).

Não conseguiu também lugar na Space? O simpaticíssimo Jorge Corante, que só reserva por e-mail (jcorante@gmail.com) e responde super rápido também faz tours muito recomendados que podem durar até 3 dias! Sim, nesse caso você realmente vai ter aquela experiência de ir pro meio do deserto e passar a noite lá vendo as estrelas. Os preços começam em 35.000 pesos, mas depende da quantidade de pessoas.

Como pegamos a lua praticamente cheia, iluminando quilômetros e mais quilômetros, optamos por fazer com o pessoal da Senda Mística, que nada mais é que uma mesa numa lojinha da Toconao, próximo da Plaza. Fomos com eles porque não sabíamos se conseguiríamos ver muita coisa e o preço era mais em conta: 32.000 pesos para 2 pessoas.

São 2 físicos fofinhos que dirigem o tour. Eles te levam um pouquinho para fora da cidade (num quintal de alguém, devo dizer) e só tem 2 telescópios para 10 pessoas observarem por 2hs, mas é assim com praticamente todos os tours, tem que saber dividir…. Ao invés de cancelar o tour por causa da luminosidade, eles deram mais ênfase para a observação da lua e todos nós ficamos babando e conseguimos tirar fotos lindas da lua como essa que está aqui e foi tirada por mim mesma, com a minha Nikonzinha!

Não esqueça de vestir todas as suas roupas, faz um frio polar!

Fizemos o tour às 23hs e naquele mesmo dia um OVNI (não um ET, mas um objeto voador não identificado) foi visto por vááárias pessoas da cidade e pelo pessoal que fez o tour às 21hs. Eles disseram que algo se moveu no céu para cima e para baixo várias vezes bem ali na frente!

Você não acredita nessas coisas? Pois é, também não sou muito chegada, mas você pode procurar por ai e vai ver muitas histórias do Atacama sobre observação de objetos desconhecidos, planetas estranhos, corpos celestes em direção à Terra e inclusive muitas teorias sobre a real razão da instalação do ALMA lá no deserto, sendo uma delas a de que tenha sido descoberto um “segundo sol” que poderia trazer muitas mudanças para o nosso planeta (já deram até nome para isso: Nibiru!).

Verdade ou não, fato é que no nosso último dia por lá nos deparamos com uma luz super estranha no entardecer e embora eu quisesse acreditar que era um reflexo, a verdade é que por mais que eu andasse ou mudasse de posição, a luz continuava lá, parecendo mesmo um segundo sol. Tenho fotos comprobatórias! E me sinto uma doida do History Channel, mas todo mundo na rua estava apontando os “sóis” e tirando a mesma foto que eu! Quem sabe? Vai lá para ver!

Pira nos 2 "sóis"! Fotinha sem filtro nem efeito nenhum!

Pira nos 2 “sóis”! Fotinha sem filtro nem efeito nenhum!

Ah, e se você ficou muito curioso sobre a relação entre deserto-espaço-ditadura, saiba que Chacabuco foi uma mina utilizada quase em regime de escravidão e em 1973 foi transformada em um campo de concentração por Pinochet . Vários astrônomos ficaram presos ali. Atualmente é uma cidade fantasma (atenção para a conservação do espaço de importância historica) que fica a cerca de 300km de San Pedro ou cerca de 6hs de viagem.

Saiba mais aqui:

Atacama – Breathtaking

Atacama – onde comer muito, bem, barato e no ano novo

Atacama – cheguei em San Pedro, começo por onde?

Atacama – Planejando como ir, quando e o que levar

Atacama – Programação de Passeios

Atacama – A Beleza em Foto

Você pode gostar...

6 Resultados

  1. Bruna Barbosa disse:

    Grazi, com certeza era algo do tipo, mas na época nunca tinha ouvido falar. Lembro que uma pessoa apareceu e disse que era um “sun dog”, e eu falei, uát??? hahahah
    Mas olha, que é meio misterioso é, viu?
    Aproveite sua viagem!

  2. Grazi disse:

    Poderia ser a lua refletindo a luz solar ou o fenômeno parélio ;)
    Adorei o roteiro 👍🏻
    Abraços!

  3. Bruna Barbosa disse:

    Oi Andressa, que delicia de comentário!
    Espero que você aproveite muito o Atacama, é muito maravilhoso! Não deixe de forma alguma de comer no Baltinache, é muito TOP!
    Teu blog também é uma delícia, já estou seguindo. ;)
    Um beijo,
    Bruna

  4. Andressa disse:

    Menina,

    A blogosfera está bombando e crescendo (
    cada dia tem um blog diferente e, inclusive eu, tenho um). Mas escrever como vc escreve….UAU!
    Li todos os posts relativos ao Atacama (para onde estou indo em poucos dias) em voz alta ao meu marido e ambos dissemos: tem gente que encanta com a maneira de escrever.

    Parabéns viiu?! E obrigada pelas dicas.

    Quando quiser, dá uma olhada no http://www.tahitiehaqui.com.br

    Beijos,
    Andressa

  1. dezembro 9, 2015

    […] começaria buscando o Tour Astronômico, sobre o qual já contei aqui. Como ele depende das condições climáticas, o ideal é não deixar para depois e correr o risco […]

  2. novembro 18, 2016

    […] O ALMA ainda não pode ser visitado, mas para ver o céu deslumbrante acompanhado de explicações há o chamado Tour Astronômico. Veja o relato deste passeio feito pela Bruna do blog Expressinha. […]

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: